Enquete # 37 - Consistência do solo

A consistência é um atributo morfológico importante porque está diretamente relacionada com o preparo do solo e as operações mecânicas nos tratos culturais.

A consistência tem influência das forças de adesão e coesão que atuam na massa do solo, variando conforme o grau de umidade, teor de argila, tipo de argila (caulinita, ou do tipo 1:1; montmorilonita, ou ilita; ambas do tipo 2:1), variando com a natureza dos cátions adsorvidos na CTC, com o teor de matéria orgânica e com a presença de sais.

Para o mesmo grau de umidade, as forças eletrostáticas são maiores para os minerais de argila do tipo 2:1 do que do tipo 1:1, e as forças magnéticas dos óxidos de ferro.

Os Vertissolos, Chernossolos e Luvissolos, por definição são considerados de argila de atividade alta, ou “Ta”, pois a CTC é maior ou igual a 27 cmol.kg-1 de argila.

No manejo de preparo, os Vertissolos apresentam as maiores dificuldades porque são formados grandes torrões na camada arável (figura 1), quando secos são extremamente duros, quando molhados são muito plásticos e muito pegajosos.

Solos “Ta” são muito plásticos e muito pegajosos, por isso aderem fortemente nos pneus e nos implementos agrícolas dificultando as operações de preparo, ao contrário dos solos de argila de atividade baixa (Tb) que apresentam muito menor plasticidade e pegajosidade.

Não se recomenda a subsolagem nos Vertissolos, porque logo voltam a condição inicial de solos muito consistentes, gastos com combustíveis e horas/máquina são desnecessários.

Figura 1. Vertissolo do Engenho Lopes Mateus, Oaxaca (México).

Os Latossolos, por definição considerados de argila de atividade baixa (Tb), ou seja a CTC é menor que 27 cmol.kg-1 de argila.

Quando compactados, ou seja, quando atingem a densidade crítica para cada amplitude de textura, esses solos devem ser subsolados (figura 2).

Figura 2. Preparo no Latossolo.

Os solos dos tabuleiros costeiros são coesos quando secos, por isso são muito consistentes devido ao adensamento que ocorre na base do horizonte A e/ou no topo do horizonte B.

Essa coesão pode limitar o enraizamento em profundidade de algumas plantas como por exemplos o feijoeiro e mamoeiro, outras plantas com sistema radicular mais profundo como o eucalipto, citrus, e a cana-de-açúcar, nessas condições necessitam da subsolagem e do plantio de crotalária para romper a camada coesa visando facilitar o enraizamento no horizonte B.

Os solos de uma propriedade são representados por: Latossolos com 60% de argila no horizonte A, e Vertissolos com 45% de argila no horizonte A, ambos com valores próximos de matéria orgânica na camada arável.

Considerando que nenhum solo está compactado, a facilidade de aração será:

Resultado da enquete

Alternativa correta: B

Alternativa % de votos
a) Menor no Latossolo. 31,0%
b) Maior no Latossolo. 61,9%
c) Maior no Vertissolo. 2,4%
d) Menor no Vertissolo. 4,8%
e) Semelhante em ambos solos. 0,0%
Total de votos 42,0

Enquetes anteriores

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 

41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 

61 62 63 64 65 

Apoio:

IPNIJornal da Cana The International Union of Soil Sciences Natural Resources Management and Environment Departament ISRIC - World Soil Information